Duas séries para relaxar

| por

Não é sempre que estamos dispostos a ver algo com forte carga emocional ou que nos faça pensar muito. Às vezes só queremos ligar a televisão e esquecer os problemas, relaxar um pouco. Mas isso não quer dizer que precisamos ver algo sem conteúdo. Pelo contrário! Sou completamente a favor do puro e simples entretenimento de qualidade.

Por isso o post de hoje vem com duas sugestões para você deixar a cabeça mais leve.

Modern Family

Claire é casada com Phil há 16 anos e tem três filhos. Ela é irmã de Michell que, junto com seu namorado Cameron, acabou de adotar um bebê. Eles são filhos de Jay, que se casou há seis meses com uma linda colombiana com metade de sua idade e um filho pré-adolescente. Este é o núcleo que forma a série Modern Family.

Além de ótimas atuações e um humor fantástico, a sitcom tem uma narrativa um pouco diferente. Tudo na casa dessas três famílias é filmado como se estivessem participando de um documentário. Isso nunca é mencionado em momento algum, mas justifica as olhadas para a câmera vez ou outra e as inserções de relatos no sofá, contextualizando a nós, espectadores, os acontecimentos da semana, como uma espécie de entrevista.

maxresdefault

Cada episódio tem algum acontecimento que desencadeia ações nas três casas e todos os personagens interagem de alguma forma. É muito bacana poder identificar, dentre as diversas situações, momentos em que a sua própria família poderia estar na tela.

Claro que temos os estereótipos básicos de toda comédia, como o casal gay, a filha nerd, a adolescente fútil, a latina gostosa… Mas eu diria que a escolha do elenco foi primordial para extrair atuações que, apesar de exageradas, conseguem ser completamente críveis.

Acho que grande parte do sucesso de Modern Family se deve também aos seus roteiristas, que já disseram em entrevista que adaptam histórias das famílias da equipe da série e outros conhecidos para as telas, garantindo aquele ar de “isso já aconteceu com o amigo de um amigo meu”.

Quase todos os episódios têm um fundo moral que busca enaltecer o valor da família e o respeito às diferenças, o que torna o show muito bom para ser visto com os pais ou filhos.

Modern Family encontra-se na sua sétima temporada (o que quer dizer que podemos literalmente acompanhar boa parte do elenco crescendo) e já foi indicada diversas vezes ao Emmy e Globo de Ouro.

New Girl

Ainda falando de família, mas dessa vez a que escolhemos para nós. New Girl tem como protagonista e produtora a fofa Zooey Deschanel, interpretando Jess, uma professora de escola primária que se vê sem lugar para morar quando descobre que seu namorado a estava traindo. Ela acaba se tornando roommate de três homens muito diferentes dela. Um barman desleixado, um publicitário engomadinho e um ex-jogador de basquete desempregado. Completa o grupo a melhor amiga de Jess, uma modelo indiana. Um elenco muito bem escalado e com uma boa química, algo primordial para uma comédia.

Jess é incrivelmente otimista, daquele tipo de pessoa que começa o dia cantando e agradecendo ao sol por ter aparecido (pelo menos a Zooey sabe cantar, lembrando que ela é vocalista da dupla He & She). Com suas saias rodadas retrô, óculos de grau e franjinha, é impossível não simpatizar com a moça.

Através de situações cotidianas e às vezes um tanto nonsense, New Girl traz um humor gostoso e descompromissado, com um pouco daquele “o que estamos fazendo das nossas vidas?” que o pessoal que chega na casa dos 30 gosta tanto de perguntar (olha meu aniversário chagando aí!).

E no final das contas, a vida é sobre isso, não é mesmo? Erros, acertos e as pessoas que escolhemos dividir cada momento.

A série teve duas primeiras temporadas muito boas. Deu uma escorregada na quarta e agora parece ter retomado o fôlego no seu quinto ano.

E vocês, o que gostam de assistir para relaxar? Deixem suas opiniões nos comentários e sugestões para os próximos posts.

Até a próxima! ;)

POR

"Jornalista pós- graduada em cinema, viciada em cultura pop e dependente de um app para organizar toas as séries que assiste."

Deixe seu comentário